fbpx

Blog

e4eba2d4a038b16f2f36314d6e25d6aa

Storydoing: a evolução do storytelling

 Conectar-se emocionalmente com o cliente é uma das bases para o sucesso de uma marca, e uma estratégia que tornou-se tendência em 2017, devido sua supremacia para desenvolver essa ligação, foi o storytelling, assunto que já abordamos aqui no blog. Mas, como tudo evolui muito rapidamente no mundo da comunicação e no mercado, uma nova tendência vem para acrescentar às lacunas que o storytelling parecia não estar mais preenchendo. Como progressão com base nas novas necessidades do público, surge o storydoing.

 Primeiramente, é importante destacar que ambos conceitos não são opostos, muito menos, inimigos em disputa de espaço no marketing, mas sim, são complementares. Um significa a melhoria do outro. No princípio do storytelling, a estória era o cerne, com uma boa e emotiva narrativa, o objetivo era aprofundar a conexão afetiva entre marca e consumidor. No novo conceito o objetivo mantém-se, mas torna-se mais complexo, além de afeto, é preciso estimular a credibilidade e responsabilidade social e empresarial. O storydoing, assim, apresenta o conceito de uma estória que é posta em ação, como diz seu nome, que parte de dois termos em inglês que significam estória (story) e fazer (doing).

 Dessa forma, na hora que a empresa desenvolver uma estratégia por meio de uma estória, essa deve ser real, deve ser posta em prática pela empresa e seu conceito deve estar presente em todas as atitudes do negócio. Esse movimento demonstra uma necessidade que o consumidor vem demonstrando nos últimos anos, principalmente, as novas gerações: uma busca por verdade e consciência dentre as marcas. Não basta apenas oferecer um serviço ou produto, é preciso envolver-se com o mundo e a sociedade ao seu redor, engajando com pautas e causas sociais de forma verdadeira, instigando um consumo consciente e personalizado. Além de abrir espaço para produção em conjunto – outra tendência – com o público, conhecidos como prosumidores.

Um grande exemplos dessa prática, é a marca nacional Korui, produtora de soluções sustentáveis para menstruação, como: coletores menstruais, absorventes reutilizáveis de tecido e calcinhas menstruais. A marca promove a liberdade feminina, a quebra de tabus da corporeidade feminina e a descoberta do próprio corpo, de forma ecologicamente correta e natural. Com isso em mente, eles desenvolveram a ação de que a cada dez coletores menstruais vendidos um é doado. A doação é acompanhada de palestras empoderadoras e de workshop para ensinar o uso correto, um movimento que é organizado em parceria com o Projeto Raízes, e nomeado de “Dona do meu fluxo”.

Série de vídeos que registram a doação dos coletores por parte do projeto “Dona do Meu Fluxo”. Ótimo exemplo de storydoing.

Chegou a hora de evoluir também. Que tal incluir em sua próximas estratégias a realização de storydoing? Nós podemos ajudá-lo!

Contrate nossos serviços 

Compartilhe