fbpx

Blog

photo-1569513589209-18a39b58bcbd

O poder de engajamento do Inbound Marketing

Quer investir em marketing para sua empresa mas está perdido em meio a todos esses termos em inglês? É normal não entender muitos dos jargões, mesmo os básicos, do mundo do marketing. A área já de certa complexidade, mas os conceitos e termos em língua estrangeira – que raramente possuem uma nomenclatura em português – tornam tudo ainda mais complicado. 

Mas, estamos aqui para ajudá-lo a descomplicar essa visão. Pronto para conhecer mais? Venha descobrir o real significado dos principais termos do marketing em nossa série especial: #MktDescomplica

Desta vez, é finalmente hora de entender o que significa o tão falado Inbound Marketing, qual a sua conexão com o Marketing de Conteúdo e de onde vem seu poder de atração.

Assim como tudo neste mundo, o consumidor mudou muito nos últimos anos. Acompanhando essa transformação, a era da propaganda agressiva foi colocada para trás e, para substituí-la, surgiu uma estratégia que busca chegar mais próximo do consumidor, encantando, criando laços e só então convertendo-os em venda. Esse é o Inbound Marketing, ou Marketing de Atração.

Sua origem está justamente conectada a um momento de metamorfose: o da criação do marketing digital; foi quando percebeu-se que a plataforma digital oferece maior controle ao consumidor, transformando-o de passivo a ativo. Logo, compreendeu-se que é muito mais atrativo conquistar o cliente por aquilo que ele busca, oferecendo-o a chance de trilhar seu próprio caminho, do que forçando-o a algo.  

Ou seja, ao contrário de abordar todos os clientes em potencial de forma interruptiva (como o antigo Outbound Marketing), seu método se baseia na atração de um público alvo (pré-definido) por meio de conteúdos que engajem, eduquem e agreguem valor. Para isso, seu principais pilares são: Marketing de Conteúdo, SEO e Estratégias em Redes Sociais.

Entenda a diferença entre Inbound e Outbound

Acesse nosso texto e entenda como funciona a forma mais tradicional de marketing

Esses conteúdos podem ser os mais variados, desde formato de mídia até plataforma. Os principais utilizados atualmente são blogs, e-books, infográficos, postagens de rede social, vídeos, podcasts, playlists, e-mail marketing, tutoriais, webinars e outros.

Quando a ação é feita com sucesso, o cliente vem até a empresa e abre espaço para uma comunicação mais intensa. Em seguida, ao alimentar essa relação, é possível criar um vínculo duradouro (fidelizar) e ainda fazer com que ele divulgue seu serviço/produto, tornando-o promotor da sua marca.

Benefícios do Inbound Marketing 

A popularidade do Inbound Marketing está relacionada diretamente aos benefícios que essa metodologia cultiva. Ela não é a escolha global para todas as formas de negócio ou para alcançar qualquer objetivo – principalmente por ser uma estratégia de longo prazo – todavia, utilizando-a corretamente, ela demonstra ser ideal para não somente alcançar novos clientes, mas também, preservá-los

Suas vantagens já começam aí. Enquanto o Outbound Marketing pode abranger qualquer público, o Inbound atinge o público certo e qualificado, aquele que você tem como foco e que mais certamente se envolverá com sua marca de forma positiva. Isso também facilita que se crie uma relação mais próxima com o cliente, ideal para a troca de experiência, o que aumenta o poder de persuasão da marca.

Justamente por ser uma iniciativa melhor definida, além de depender mais de produções on-line de conteúdo, ela também possui custos bem menores, cabendo no orçamento de grandes e pequenas empresas. Segundo relatório da Hubspot, as empresas que utilizam o Inbound Marketing têm um custo 62% menor do que aquelas que apostam em meios mais tradicionais.

Sem falar que seu ciclo de vendas é mais curto e mais simples quando comparado ao mais complexo do Outbound Marketing. Igualmente, a mensuração de dados de engajamento do cliente são mais fáceis de se adquirir e acontecem em tempo real

Primeiros passos  

Antes de partir para os conceitos das fases da pré-venda, é importante definir os pontos essenciais que irão embasar e guiar a metodologia. 

Em primeiro lugar é preciso se perguntar: qual o seu objetivo? A resposta desta questão será o objetivo central, a partir do qual se buscará as melhores ações a serem desenvolvidas. O foco deve estar naquilo que é realmente necessário e irá agregar à marca, sem se perder em meio a várias metas.

Após, defina a sua persona. Ela é a base para a elaboração de conteúdos, pois auxilia na imaginação do público alvo, incluindo qual linguagem e imagem engaja melhor.

Descubra como fazer uma persona

Veja mais sobre essa técnica em nosso texto.

Sabendo quem é o público, torna-se mais fácil definir também os canais de comunicação que serão utilizados. Em outras palavras, esse é o momento de escolher os formatos de conteúdo (e suas plataformas), levando em conta aqueles que são mais próximos e atrativos à persona. Lembrando que todos os canais, inclusive on-line e off-line, deverão estar alinhados e em sintonia para que a experiência do cliente seja completa em qualquer lugar.

Estipulado isso, é hora de colocar a mão na massa e planejar. O Inbound Marketing depende diretamente de um bom planejamento estratégico. Sabemos que isso não é algo simples, muito pelo contrário, o planejamento é uma das partes que mais exigem; contudo, é essencial estipular um calendário editorial completo, com as datas e seus respectivos temas e assuntos a serem abordados.

Dica importante: especialistas indicam a regra do 80/20 – dedique 80% do conteúdo a educar o cliente e apenas 20% a conteúdos diretos de venda. 

Quando os conteúdos estiverem prontos e compartilhados com o público, não significa que seu trabalho terminou. Após, é preciso acompanhar, armazenar e analisar os resultados. Isso pode ser feito a partir de dados e métricas, muito importantes para medir o impacto e engajamento com o público, ou também por meio do próprio público em si – é crucial escutar a sua audiência

Crie esse ambiente de troca e conversação. Assim, torna-se mais visível os pontos positivos e aqueles que devem ser melhorados.

Funil de vendas  

O processo do Inbound Marketing na prática é pensado a partir da ideia do funil de vendas, um modelo que demonstra a jornada da sua relação com um possível cliente. É de extrema importância construir um funil de vendas com etapas claras. Veja o principal modelo abaixo:

O topo do funil é o momento em que o visitante toma consciência da marca. Ele pode ainda não possuir um problema ou objetivo, mas essa é a hora de converter seu conhecimento sobre a empresa e serviço/produto, para futuramente, quando o problema surgir, ele se lembrar da marca.

O meio do funil representa a fase em que o consumidor deve ser educado sobre a marca e seu serviço/produto, com conteúdos que sanem suas dúvidas, demonstrem as vantagens de uma possível compra e o porquê realizá-la. Para isso, você também deve se relacionar com o possível cliente.

O final do funil divide-se em duas partes, porém ambas representam o momento em que o cliente está certo de seu problema e necessidade, ou seja, é a hora de vender. Aqui ele irá avaliar o caso – comparação da empresa com outras similares – e decidir pela compra do produto/serviço, para após, como cliente, avaliar, compartilhar sua experiência com outros e considerar uma possível nova compra. 

Há também a jornada do comprador, que não deve ser confundida com o funil de vendas. Ela é representada por três passos que o cliente toma antes da compra, considerando somente o processo de relação por parte do consumidor:

  • Descoberta de um problema;
  • Consideração da solução para esta questão;
  • Decisão pelo produto que atenderá as suas dores.

Esse conhecimento também ajudará na elaboração das etapas do funil de vendas, conforme as especificidades de diferentes negócios, levando em conta os problemas relacionados a cada tipo de solução.

Agora que entendemos o significado de Inbound Marketing, você deve estar se perguntando: como aplicar isso na minha empresa? 

Como qualquer outros serviço de marketing, é importante que ele seja desenvolvido e realizado por profissionais da área. Contate-nos para saber como podemos ajudá-lo nesta jornada:

Compartilhe